segunda-feira , 17 de junho de 2019
Home / Notícias / Esportes / A era Tite. A seleção brasileira respira novamente
Foto divulgação: GETTY
Foto divulgação: GETTY

A era Tite. A seleção brasileira respira novamente

É verdade que foram somente dois jogos e duas vitórias nessa nova era para a seleção brasileira. Mas Neymar abraçou um desempenho que acabou por mostrar um outro jogador para o técnico gaúcho e para a torcida brasileira: um jogador decisivo e importante. Mesmo começando recentemente, Tite está elevando o potencial da seleção para a Copa do Mundo de 2018 na Rússia.

Neymar, sob o comando de Tite, foi titular nos dois jogos (Equador, em Quito e Colômbia, em Manaus), marcou dois gols e deu duas assistências: é o que ele costuma fazer no Barcelona.

null
Foto Divulgação: GETTY

O jovem atacante decidiu o jogo contra a Colômbia quando o empate já era dado como certo, fora o gol que ele fez no jogo contra o Equador.

Com Dunga, dos seis jogos feitos nessa eliminatória, Neymar jogou somente três, ficou fora das duas primeiras rodadas (Chile e Venezuela) por ter de cumprir suspensão por uma punição ainda da Copa América do Chile, no ano passado,e também da partida contra o Paraguai quando cumpriu suspensão automática por cartão amarelo.

Nos três jogos que participou, não marcou nenhum gol, deu uma assistência e ainda levou dois cartões amarelos. Já com Tite, Neymar está muito mais disciplinado e decisivo (ele levou apenas um cartão amarelo no jogo contra a Colômbia).

Sobre Redação MBQ NEWS - FB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *