Home / Destaque / Congresso derruba veto de Temer e proíbe que candidato financie campanha com recursos próprios
Foto divulgação: Google
Foto divulgação: Google

Congresso derruba veto de Temer e proíbe que candidato financie campanha com recursos próprios

O Congresso Nacional, em sessão conjunta de deputados e senadores, derrubou na quarta-feira (13) o veto do presidente Michel Temer que liberava o autofinanciamento irrestrito de campanha. Na prática, com a decisão dos parlamentares, o candidato ficará proibido de bancar totalmente os gastos eleitorais até o limite previsto para cada cargo. Alguns parlamentares entendem que os candidatos serão, então, enquadrados na regra de pessoas físicas, que podem fazer doações até o limite de 10% dos próprios rendimentos brutos no ano anterior. No entanto, técnicos do Congresso entendem que não há consenso sobre esse ponto, uma vez que ele não fala expressamente em autofinanciamento, e possivelmente será questionado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a quem caberá definir a regra para o autofinanciamento. A lei em discussão foi sancionada no último dia 6 de outubro – portanto, já tem validade para as eleições de 2018. No entanto, o veto ao dispositivo que trata do autofinanciamento só foi decidido pelos parlamentares na quarta, a menos de dez meses da eleição. Por isso, técnicos do Congresso avaliam que esse será mais um assunto a ser decidido pela Justiça.

Sobre Móises Bisesti

Móises Bisesti
Apresentador do programa de rádio “Força do Povo”, MOISÉS BISESTI dirigi a equipe de jornalismo da Rádio Cruzeiro, que tem audiência em 75% dos municípios da Bahia. Formado em Economia pela UCSAL, em Direito pela Faculdade do Nordeste e em Rádio e Televisão pela Gama Filho, atua há vinte e cinco anos na área de comunicação social sempre em contato direto com o público e autoridades políticas, médicas e jurídicas. Iniciou sua carreira como repórter da TV Itapoan/ Rede Record, no Telesportes e Lance livre na área de esportes, além do Balanço Geral programa jornalístico. Na TV Band apresentou o Jogo Aberto, também na linha de jornalismo popular, trabalhando como âncora da Band News FM. Defende a liberdade das ideias, a informação da notícia centrada no fato, na busca da verdade mantendo a objetividade e independência com foco na prestação do serviço público. Com uma linguagem moderna, leve e desenvolta conquista pela clareza e objetividade nas informações sem perder de vista a ética e responsabilidade do comunicador.