quinta-feira , 4 de junho de 2020
Novidades
Home / Notícias / Bahia / Crise e taxas altas deixam diversos blocos fora do Carnaval de Salvador
Foto divulgação: Google
Foto divulgação: Google

Crise e taxas altas deixam diversos blocos fora do Carnaval de Salvador

AraKetu, Cheiro, Nana Banana, Yes Bahia Club e Papaléguas. Esses são apenas alguns dos blocos que já foram alguns dos mais disputados do Carnaval de Salvador, mas que este ano não vão desfilar na avenida. Os motivos são diversos, porém a crise econômica e as taxas cobradas por órgãos municipais e estaduais pesam na conta. Ao Bocão News, representantes de diversas agremiações relataram que as taxas são abusivas e que o retorno hoje não compensa. Porém, ninguém fala abertamente, em especial quando se trata de criticar a prefeitura de Salvador, até porque muitos são sócios ou donos de bandas e temem ficar de fora também dos trios elétricos bancados pela gestão municipal especialmente para a folia. Sobre as taxas, o secretário Claudio Tinoco, da Cultura e Turismo disse que conversou com o pessoal da Sedur e não houve aumento que não fosse correção da inflação. Apesar de todos os problemas, Tinoco afirmou que está disposto a manter o diálogo aberto com o trade do Carnaval. Mas, por enquanto, quem perde é o folião que cada vez mais deixa de ver a prata da casa desfilar na folia de momo.

Sobre Móises Bisesti

Móises Bisesti
Apresentador do programa de rádio “Força do Povo”, MOISÉS BISESTI dirigi a equipe de jornalismo da Rádio Cruzeiro, que tem audiência em 75% dos municípios da Bahia. Formado em Economia pela UCSAL, em Direito pela Faculdade do Nordeste e em Rádio e Televisão pela Gama Filho, atua há vinte e cinco anos na área de comunicação social sempre em contato direto com o público e autoridades políticas, médicas e jurídicas. Iniciou sua carreira como repórter da TV Itapoan/ Rede Record, no Telesportes e Lance livre na área de esportes, além do Balanço Geral programa jornalístico. Na TV Band apresentou o Jogo Aberto, também na linha de jornalismo popular, trabalhando como âncora da Band News FM. Defende a liberdade das ideias, a informação da notícia centrada no fato, na busca da verdade mantendo a objetividade e independência com foco na prestação do serviço público. Com uma linguagem moderna, leve e desenvolta conquista pela clareza e objetividade nas informações sem perder de vista a ética e responsabilidade do comunicador.