segunda-feira , 22 de outubro de 2018
Novidades
Home / Destaque / EUA e UE ameaçam impor sanções a Maduro se Constituinte for mantida
Foto divulgação: Google
Foto divulgação: Google

EUA e UE ameaçam impor sanções a Maduro se Constituinte for mantida

EUA e União Europeia ameaçaram nesta segunda (17) impor sanções contra o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, caso ele mantenha a convocação de uma Constituinte. O ultimato veio um dia após milhões de pessoas rejeitarem a convocatória em plebiscito sem valor legal organizado pela oposição. O chavista, porém, deu sinais de que não pretende recuar. Voltou a acusar os estrangeiros de ingerência no país —mesmo argumento usado para rebater as condenações pela violência nos protestos contra ele, que somam 96 mortos em 108 dias. A Casa Branca disse que tomará “ações econômicas fortes e rápidas” contra Caracas se a votação for mantida. A chefe da diplomacia da União Europeia, Federica Mogherini, disse que o bloco pode aplicar sanções contra o país se Maduro mantiver a eleição do próximo dia 30. Um dos principais líderes chavistas, Jorge Rodríguez acusou a oposição de ter triplicado o número de votantes e a atacou por fazer a consulta sem a relação oficial de eleitores. “Eles nem sabiam quem tinha direito a votar. Votaram crianças de dez anos, brasileiros, americanos”, disse. O Conselho Nacional Eleitoral não forneceu as atas à MUD. A oposição fala em 7,2 milhões de votantes de um universo de 20 milhões; um instituto de pesquisa estimou 4 milhões. 98% dos votos foram contra a Constituinte –os chavistas não foram às urnas

Sobre Redação MBQ NEWS - AB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *