quinta-feira , 21 de junho de 2018
Home / Destaque / Gilmar Mendes diz que faz sentido não investigar Temer ‘para não ter perturbação’
Foto divulgação: Google
Foto divulgação: Google

Gilmar Mendes diz que faz sentido não investigar Temer ‘para não ter perturbação’

Em meio à discussão se o presidente Michel Temer (MDB) pode ou não ser investigado por crimes cometidos antes do atual mandato, o ministro Gilmar Mendes disse que há argumentos suficientes para os dois lados. Mas, para ele “faz sentido que não seja sequer investigado, para não ter perturbação e dar uma imunidade ao presidente em relação a fatos anteriores”. A afirmação foi feita ao Blog da Andréia Sadi após a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pedir ao Supremo Tribunal Federal (STF) para incluir Temer no inquérito que investiga o repasse ilegal de R$ 10 milhões da Odebrecht ao PMDB. O montante teria sido acertado durante um jantar, em 2014. Mendes explicou que há uma decisão no STF, do ministro Celso de Mello, no sentido que permitiria a investigação contra o presidente, mas não o processo. “Acho que seria essa a lógica do sistema. Mas tem argumento contra também: as provas podem ficar prejudicadas, pessoas podem morrer, testemunhas. Tem argumento para os dois lados”, salientou o magistrado. De acordo com a publicação, na noite da terça (27), Mendes se encontrou com Temer e com o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, no Palácio do Jaburu.  A reunião foi para tratar de “assuntos gerais”, segundo Gilmar.

Sobre Redação MBQ NEWS - AB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *