segunda-feira , 6 de julho de 2020
Novidades
Home / Notícias / Bahia / Governo quer colocar a Bahia como referência para produção de chocolate finos
Foto divulgação: Google
Foto divulgação: Google

Governo quer colocar a Bahia como referência para produção de chocolate finos

Em Paris, na França, o governador da Bahia, Rui Costa, teve o primeiro compromisso com empresários da cadeia do cacau e do chocolate do Brasil que estão na capital francesa para participar do 22º Salon du Chocolat (Salão do Chocolate), maior evento do mundial do setor. Durante a reunião foram discutidas ações relacionadas ao desenvolvimento da cadeia. Em seguida, o governador Rui Costa participou de um encontro com representantes dos trades turísticos baiano e francês, na Embaixada do Brasil na França.

No encontro com os empresários da cadeia do cacau e do chocolate, Rui reforçou que é preciso agregar mais valor ao produto feito tanto por grandes cacauicultores como por agricultores familiares.

Fonte: Secom Bahia

Turismo e chocolate

Na Embaixada brasileira, o enfoque foi a divulgação do Destino Bahia, com destaque para a Costa do Cacau. O governador Rui Costa concedeu uma entrevista à Rádio França Internacional (RFI). Os temas abordados foram os setores cacau e turismo, principais destaques da viagem de Rui.

Ele ressaltou que na Bahia, turismo e chocolate formam um casamento perfeito. “Estamos aqui para apoiar esse produto tão importante para a economia baiana que já sustentou o estado e hoje se recupera”, destacou. Acompanhe trecho dessa entrevista:

Fonte: Secom Bahia

Antes do encontro de Rui com o trade, o Governo do Estado promoveu, na Embaixada, uma capacitação para cerca de 40 operadoras francesas sobre as atrações do turismo na Bahia, em especial da Costa do Cacau. O objetivo é atrair um público cada vez maior de franceses que já formam um dos principais grupos turistas a visitar todos os anos o estado.

Sobre Redação MBQ NEWS - RB

Um Comentário

  1. MARCOS SANTOS MEDRADO

    Enquanto isso fica a pergunta: o que o governo da Bahia fará quanto ao pequenos produtores do cacau, do sul e do baixo sul, que tiveram suas plantações, criminosamente, devastadas pela vassoura de bruxa? O custo desta praga ainda é muito amargo para o desenvolvimento da região cacaueira.