quinta-feira , 14 de novembro de 2019
Home / Destaque / Intervenção militar é assunto do passado, segundo ministro do GSI
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Intervenção militar é assunto do passado, segundo ministro do GSI

Sergio Etchegoyen, ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República,  disse hoje (29) que intervenção militar “é um assunto do século passado”. O ministro participou de reunião do Grupo de Acompanhamento da Normalização do Abastecimento, no Palácio do Planalto, quando informou também sobre a prisão de manifestantes no Maranhão que faziam bloqueio de estradas.

 “Vivo no século 21. Meu farol que eu uso para me conduzir é muito mais potente que o retrovisor. Não vejo nenhum militar, não vejo Forças Armadas pensando nisso. Não conheço, absolutamente”, disse o ministro ao ser questionado sobre manifestações a favor da intervenção militar no país. E completou “Eu vivo no século 21, quero construir um país, como todos militares queremos construir”.

A reunião do Grupo de Acompanhamento da Normalização do Abastecimento teve a participação de ministros de diferente áreas para discutir a situação do país após as negociações para encerrar o protesto dos caminhoneiros pela alta dos combustíveis. Segundo Etchegoyen, a avaliação de hoje é que o problema é menos os caminhoneiros e mais a ação de “oportunistas” que atrapalham a retomada da normalidade.

Sobre Móises Bisesti

Móises Bisesti
Apresentador do programa de rádio “Força do Povo”, MOISÉS BISESTI dirigi a equipe de jornalismo da Rádio Cruzeiro, que tem audiência em 75% dos municípios da Bahia. Formado em Economia pela UCSAL, em Direito pela Faculdade do Nordeste e em Rádio e Televisão pela Gama Filho, atua há vinte e cinco anos na área de comunicação social sempre em contato direto com o público e autoridades políticas, médicas e jurídicas. Iniciou sua carreira como repórter da TV Itapoan/ Rede Record, no Telesportes e Lance livre na área de esportes, além do Balanço Geral programa jornalístico. Na TV Band apresentou o Jogo Aberto, também na linha de jornalismo popular, trabalhando como âncora da Band News FM. Defende a liberdade das ideias, a informação da notícia centrada no fato, na busca da verdade mantendo a objetividade e independência com foco na prestação do serviço público. Com uma linguagem moderna, leve e desenvolta conquista pela clareza e objetividade nas informações sem perder de vista a ética e responsabilidade do comunicador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *