quarta-feira , 17 de outubro de 2018
Home / Notícias / Bahia / Itabuna: funcionários da Emasa são afastados após operação que investiga desvio de dinheiro
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Itabuna: funcionários da Emasa são afastados após operação que investiga desvio de dinheiro

Dez funcionários da Empresa de Águas e Saneamento de Itabuna (Emasa), no sul da Bahia, foram afastados dos cargos após uma operação do Ministério Público do Estado (MP-BA).

Conforme o órgão estadual, a ação é uma continuidade de uma operação realizada pelo MP-BA em 2016, quando o diretor de planejamento e o chefe de manutenção da Emasa foram presos, suspeitos de desvio de dinheiro e de usar equipamentos da empresa em benefício próprio. O presidente em exercício na época, Ricardo Campos, foi afastado do cargo.

Policiais civis e militares participaram da operação e documentos foram apreendidos. O MP-BA não deu detalhes sobre a operação, informou apenas que as irregularidades são relacionadas à antiga gestão da Emasa e à operação realizada em 2016. Os funcionários afastados não tiveram os nomes divulgados.

A equipe de reportagem tentou, mas não conseguiu contato com o ex-presidente da Emasa, Ricardo Campos.

O atual diretor da Emasa, Jader Guedes, explicou que esses funcionários atuam em diferentes setores e que estariam em desvio de função, mas não soube dizer se esse foi um dos motivos da operação. Ele informou ainda que outros servidores da Emasa também estão em funções diferentes das que deveriam atuar.

Sobre Redação MBQ NEWS - RB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *