sexta-feira , 14 de dezembro de 2018
Home / Notícias / Mundo / Macron provoca indignação após declarar que quer ‘reparar’ elo entre Igreja e Estado
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Macron provoca indignação após declarar que quer ‘reparar’ elo entre Igreja e Estado

O presidente da França, Emmanuel Macron, provocou uma onda de reações de indignação no país, principalmente entre a esquerda, depois de declarar que deseja “reparar” o elo “danificado” entre a Igreja e o Estado em uma nação na qual o laicismo é um princípio fundamental. Em um longo discurso feito na Conferência Episcopal na noite de segunda-feira (9), Macron afirmou que deseja “reparar” os vínculos entre a Igreja e o Estado por meio de um “diálogo de verdade”. “Um presidente da República que alegasse um desinteresse pela Igreja e os católicos faltaria com o dever”, completou. Mas em um país no qual o laicismo está ancorado desde 1905 por uma lei sobre a separação entre a Igreja e o Estado, as declarações do presidente de 40 anos provocaram reações intensas. O princípio da separação da Igreja e do Estado é defendido por muitos franceses. De acordo com uma pesquisa de 2017 do instituto WinGallup, 50% dos franceses se declaram ateus ou sem religião, contra 45% que declaram ter uma religião. Este também é um tema que provoca debates acalorados, sobretudo a respeito das manifestações públicas da fé muçulmana e da herança cristã do país.

 

Sobre Redação MBQ NEWS - AB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *