quinta-feira , 12 de dezembro de 2019
Novidades
Home / Destaque / Mais de 25 shows animam último fim de semana do Festival da Cidade
entretenimento

Mais de 25 shows animam último fim de semana do Festival da Cidade

No último fim de semana do Festival da Cidade, a música começa arrebentando já na sexta-feira (31) e segue com shows para toda a família até o domingo (02). A Empresa Salvador Turismo (Saltur) preparou apresentações para o Rio Vermelho, Parque da Cidade, Cajazeiras, Bairro da Paz, Periperi, Dique do Tororó, Barra, Mussurunga e Vale da Muriçoca. Esses locais vão se agitar recebendo uma programação musical variada que conta com shows de pagode, arrocha, música eletrônica, forró, rock e samba. Um dos destaques fica por conta da Banda Pato Fu, que se apresenta no sábado (1º), no Rio Vermelho.
Na sexta-feira (31), o Rio Vermelho recebe quatro apresentações. No Mirante, o DJ Santz e o DJ Rafael Gouveia transformam a região em uma verdadeira boate a céu aberto. Já o Largo da Mariquita vira palco do Rock and Roll. Larissa Luz traz para o público o show “O Rock É negro”, construído por um repertório que faz citação a grandes ícones negros do rock internacional e nacional como Jimi Hendrix, os Brasões, Chuck Berry, O Rappa, Nação Zumbi e Gilberto Gil. A banda Vivendo do Ócio também promete agitar a noite de jovens amantes do rock com suas canções.
No sábado (01), a partir das 10h, o Parque da Cidade contará com atrações lúdicas circulando pelas áreas verdes, e a atração principal desse cortejo é o Tuk Tuk Sonoro, com a sanfoneira e cantora Lívia Mattos, que promete surpreender com repertório que mescla músicas autorais, temas juninos, instrumentais e outras pérolas da música brasileira. O Anfiteatro Dorival Caymmi recebe às 10h30 “O liberato”, finalista do Festival de Música Universitária de Salvador (MUSA). O grande show fica por conta da banda de reggae Adão Negro, que sobe ao palco às 12h30.
No Deck de Santa Maria, na Barra, a animação fica por conta da apresentação do Grupo Cultural Wadô, que trará um espetáculo cheio de contemporaneidade e também de tradição, levando a cultura japonesa para o público que for conferir de perto a ação, que será às 18h. Em seguida, o público assiste ao show de Luciano Calazans e quinteto. O Rio Vermelho recebe, no sábado, a apresentação do Afrocidade. A banda Pato Fu fará a apresentação mais esperada para a noite, com composições do novo disco “Não pare pra pensar”, que é, ao mesmo tempo, pesado e dançante. Entre as canções desse disco está “Mesmo que seja eu”, eternizada por Erasmo Carlos.
Cajazeiras recebe o pagode do Harmonia do Samba. Com o disco “Tá no DNA”, o grupo comandado por Xande levará ao público do Campo da Pronaica muita energia, garantindo a animação. E, depois de muito suingue, o palco de Cajazeiras recebe o romantismo do cantor Pablo, que garante embalar a noite com o arrocha e a sofrências, marcas da sua carreira. O sábado ainda vai contar com Cortejo de Alex da Costa em cima do Coreto Elétrico, em Mussurunga C, além do show de Bambeia e Ney Alves no Minitrio Bidal, no Vale da Muriçoca. Os dois shows estão programados para acontecer às 18h.
O domingo (2), último dia do festival, contará com a tradicional volta do Alavontê ao redor do Dique do Tororó. O cortejo do grupo acontece a partir das 10h e deve seguir até o fim da manhã, animando aqueles foliões saudosos do Carnaval. Ainda pela manhã, o Parque da Cidade se agita, também às 10h, com a apresentação de fanfarras das escolas municipais, com a Pipoca Elétrica e com o Rixô Elétrico circulando pelos gramados do espaço. Às 10h30, o Anfiteatro do Parque da Cidade recebe o show orquestrado do Rumpillezinho. Já às 12h30, quem sobe ao palco é a banda de rock Os Informais. Em seguida, a festa fica por conta da banda de pagode Swing do Lúh.
O Bairro da Paz terá uma verdadeira Maratona Musical, com shows iniciando às 10h, seguindo até as 17h. Tocam no palco montado no local as bandas Frutos da Mangueira, Músicas Românticas, Futuro do Reggae, o Arrocha Paulo Spolary, Hip, Hop e Poesia e o Rock Inconstitucionais. Quem encerra as apresentações musicais desta 5° edição do Festival da Cidade é a dupla Simone e Simaria e o grupo É O Tchan, que levarão alegria e irreverência ao público que for conferir de perto as apresentações que acontecem na Praça da Revolução, em Periperi.
Outros pontos – Além dos shows nos bairros, mais três projetos da Fundação Gregório de Mattos (FGM) levam música para o público do Festival da Cidade. Na sexta-feira (31), é dia do Pôr do Sol no Mercado, e a apresentação musical fica por conta da Banda Marana. No mesmo dia, às 20h, tem Roda de Samba com o Grupo Botequim, no Largo do Santo Antônio Além do Carmo. No domingo (02), o Mercado Modelo volta a se animar com o projeto Domingão no Mercado, que será ao som do Ijesax. Ainda no domingo, a Igreja do Carmo contará com apresentação do Coral Ecumênico, regido pelo maestro Ângelo Rafael, parte do projeto Concerto nas Igrejas.

Sobre Redação MBQ NEWS - FB