terça-feira , 7 de abril de 2020
Novidades
Home / Notícias / Bahia / Maníaco que já fez 8 vítimas em Feira de Santana continua solto
Foto divulgação: Google
Foto divulgação: Google

Maníaco que já fez 8 vítimas em Feira de Santana continua solto

Para ele, o fato de estar acompanhada não impede nada. “Ele amarra, usa a arma de fogo, estupra, subtrai celular, bolsa e corta o cabelo. Ele só quer vítima que tenha o cabelo longo”. Assim a delegada Maria Clécia Vasconcelos, da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), descreve o maníaco que já fez oito vítimas em Feira de Santana, localizado a 108 km de Salvador. A série de estupros praticada pelo suspeito começou em 2016, com um caso. Em 2017, foram dois estupros e, de janeiro até abril deste ano, foram cinco registros de violência sexual cometido pelo maníaco. Segundo a delegada, desses casos, cinco foram presenciados pelos companheiros das mulheres. A delegada contou que o homem aborda as vítimas e as levam para um lugar ermo. Quando acompanhadas, ele agride os companheiros e os amarram, estupra as mulheres e corta os cabelos das vítimas, além de roubar os objetos pessoais. Maria Clécia acredita que o maníaco venda o cabelo das vítimas, pois uma das mulheres atacadas usava mega hair e foi agredida ainda com mais violência, quando o suspeito percebeu que se tratava do alongamento capilar. O maníaco é descrito como um homem de cor parda escura, mais ou menos 30 anos, em torno de 1,70m, nariz achatado e sobrancelhas espessas. As investigações já estão bem avançadas, segundo Maria Clécia, e já existem alguns suspeitos.

Sobre Móises Bisesti

Móises Bisesti
Apresentador do programa de rádio “Força do Povo”, MOISÉS BISESTI dirigi a equipe de jornalismo da Rádio Cruzeiro, que tem audiência em 75% dos municípios da Bahia. Formado em Economia pela UCSAL, em Direito pela Faculdade do Nordeste e em Rádio e Televisão pela Gama Filho, atua há vinte e cinco anos na área de comunicação social sempre em contato direto com o público e autoridades políticas, médicas e jurídicas. Iniciou sua carreira como repórter da TV Itapoan/ Rede Record, no Telesportes e Lance livre na área de esportes, além do Balanço Geral programa jornalístico. Na TV Band apresentou o Jogo Aberto, também na linha de jornalismo popular, trabalhando como âncora da Band News FM. Defende a liberdade das ideias, a informação da notícia centrada no fato, na busca da verdade mantendo a objetividade e independência com foco na prestação do serviço público. Com uma linguagem moderna, leve e desenvolta conquista pela clareza e objetividade nas informações sem perder de vista a ética e responsabilidade do comunicador.