quarta-feira , 19 de fevereiro de 2020
Novidades
Home / Notícias / Brasil / Menção a relação de Emílio com Lula foi quebra de acordo por Marcelo Odebrecht, diz Veja
Foto divulgação: Google
Foto divulgação: Google

Menção a relação de Emílio com Lula foi quebra de acordo por Marcelo Odebrecht, diz Veja

O empreiteiro Marcelo Odebrecht contrariou o roteiro estabelecido pelos advogados durante o depoimento aos procuradores da Operação Lava Jato. Segundo informações da revista Veja, ao ser questionado sobre as relações que mantinha com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ele respondeu: “O Lula nunca gostou de mim. Quem sempre tratou de tudo com ele foram: o meu pai e o Alexandrino (Alencar, diretor de relações institucionais)”. O planejamento desenvolvido pela defesa teve orientação direta do pai de Marcelo, Emílio Odebrecht, e com essa resposta, Emílio seria isentado de maiores responsabilidades sobre as ações ilícitas da empresa. Também seriam poupados executivos-chave, como Pedro Novis, ex-presidente do conselho da Braskem, braço petroquímico do grupo. Segundo a revista, o acordado seria que Marcelo assumiria a parte mais pesada das acusações, na tentativa de minimizar os impactos sobre a Odebrecht – maior construtora do país e 13ª do mundo, a holding está presente em 26 países e obteve R$ 125 bilhões em faturamento em 2015. Ainda de acordo com Veja, o herdeiro também desafiou naquele dia, aos gritos, os advogados Theo Dias e Adriano Maia. O primeiro foi contratado pela Odebrecht; o segundo é diretor jurídico da empreiteira. Os dois participaram da conversa com os investigadores, assim como a irmã de Marcelo, Mônica, e o também advogado Luciano Feldens (este contratado pessoalmente por Marcelo, depois que ele passou a avaliar que estava sendo prejudicado na distribuição do peso da culpa).

Sobre Móises Bisesti

Móises Bisesti
Apresentador do programa de rádio “Força do Povo”, MOISÉS BISESTI dirigi a equipe de jornalismo da Rádio Cruzeiro, que tem audiência em 75% dos municípios da Bahia. Formado em Economia pela UCSAL, em Direito pela Faculdade do Nordeste e em Rádio e Televisão pela Gama Filho, atua há vinte e cinco anos na área de comunicação social sempre em contato direto com o público e autoridades políticas, médicas e jurídicas. Iniciou sua carreira como repórter da TV Itapoan/ Rede Record, no Telesportes e Lance livre na área de esportes, além do Balanço Geral programa jornalístico. Na TV Band apresentou o Jogo Aberto, também na linha de jornalismo popular, trabalhando como âncora da Band News FM. Defende a liberdade das ideias, a informação da notícia centrada no fato, na busca da verdade mantendo a objetividade e independência com foco na prestação do serviço público. Com uma linguagem moderna, leve e desenvolta conquista pela clareza e objetividade nas informações sem perder de vista a ética e responsabilidade do comunicador.