quarta-feira , 13 de novembro de 2019
Home / Notícias / Brasil / Naufrágio em Itaguaí: Marinha encontra último corpo desaparecido
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Naufrágio em Itaguaí: Marinha encontra último corpo desaparecido

Na tarde desta segunda-feira (11), a Marinha encontrou  o corpo do último desaparecido no naufrágio ocorrido na Baía de Sepetiba, em Itaguaí (RJ). É a 12ª vítima fatal. Por outro lado, nove pessoas foram resgatadas com vida. O naufrágio ocorreu na madrugada da última sexta-feira (8). Duas embarcações pesqueiras, com um total de 21 pessoas a bordo, afundaram durante uma tempestade. Nomeadas de Milemar e Lucas Mar, elas também já foram localizadas.

Outras dois corpos já haviam sido localizados hoje (11) pela manhã. As buscas foram realizadas pela Marinha e pelo Corpo de Bombeiros. Foram usadas embarcações, aeronaves, mergulhadores, um equipamento de busca sonar e um drone. “A Marinha do Brasil reforça que lamenta o ocorrido se solidariza às famílias das vítimas”, registra nota divulgada. As causas do naufrágio e as responsabilidades dos envolvidos serão apuradas em inquérito já instaurado pela Marinha.

Sobre Móises Bisesti

Móises Bisesti
Apresentador do programa de rádio “Força do Povo”, MOISÉS BISESTI dirigi a equipe de jornalismo da Rádio Cruzeiro, que tem audiência em 75% dos municípios da Bahia. Formado em Economia pela UCSAL, em Direito pela Faculdade do Nordeste e em Rádio e Televisão pela Gama Filho, atua há vinte e cinco anos na área de comunicação social sempre em contato direto com o público e autoridades políticas, médicas e jurídicas. Iniciou sua carreira como repórter da TV Itapoan/ Rede Record, no Telesportes e Lance livre na área de esportes, além do Balanço Geral programa jornalístico. Na TV Band apresentou o Jogo Aberto, também na linha de jornalismo popular, trabalhando como âncora da Band News FM. Defende a liberdade das ideias, a informação da notícia centrada no fato, na busca da verdade mantendo a objetividade e independência com foco na prestação do serviço público. Com uma linguagem moderna, leve e desenvolta conquista pela clareza e objetividade nas informações sem perder de vista a ética e responsabilidade do comunicador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *