segunda-feira , 19 de novembro de 2018
Home / Notícias / Bahia / Operação integrada resulta na recuperação de material de iluminação; o prejuízo chega a R$ 600 mil
Foto: Ilustrativa
Foto: Ilustrativa

Operação integrada resulta na recuperação de material de iluminação; o prejuízo chega a R$ 600 mil

Cinco ferros-velhos de Salvador, localizados entre as regiões das avenidas Vasco da Gama e Anita Garibaldi e Estação da Lapa, foram alvos de uma operação conjunta realizada pela Guarda Civil Municipal, secretarias de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), Ordem Pública (Semop), Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps), além de Diretoria de Iluminação Pública (Dsip), Transalvador e Polícia Civil.

Na ação, dois estabelecimentos na Garibaldi e outro próximo da Estação da Lapa foram fechados pela Sedur, e cerca de 10 kg de fios utilizados na iluminação pública foram recuperados pelos fiscais, após todo o material ser identificado como pertencente à Prefeitura. Por conta disso, uma funcionária de um dos ferros-velhos foi encaminhada para a Delegacia de Furtos e Roubos, na Baixa do Fiscal.

Ainda durante a operação, também foram necessárias intervenções de equipes do Serviço Especializado em Abordagem Social, da Semps, junto a usuários de drogas que ficam nas regiões dos viadutos nas localidades atingidas pela operação.

Anualmente, o prejuízo do município com iluminação pública chega a R$ 600 mil devido aos furtos de cabos e de materiais.  “Com essas operações integradas quem ganha é a população, que não fica às escuras, e a administração municipal, que deixa de gastar o dinheiro público com vandalismo para aplicar em novos serviços para a cidade”, destacou o secretário de Ordem Pública, Marcus Passos.

Os 10 kg de materiais recuperados se junta a outros 30 kg de cobre desencapado, cabos e guardrails apreendidos numa operação conjunta no final de julho, durante ação na Vasco da Gama, Garibaldi, Vale da Muriçoca, Vila América e na entrada da Estação da Lapa. Naquela ocasião, duas pessoas foram encaminhadas à delegacia.

“Geralmente os fios são furtados de postes em praças e vias públicas, além de sinaleiras. Como boa parte das instalações são subterrâneas, os meliantes se aproveitam do horário da madrugada, quando há pouco movimento, para cometer tais delitos”, explicou o diretor de Segurança Urbana e Prevenção à Violência, Maurício Lima.

As operações integradas, que devem continuar em toda cidade, ocorrerão simultaneamente em outros pontos, que já estão sendo monitorados pelas equipes. No primeiro semestre de 2018, a Guarda Civil Municipal registrou cinco casos de flagrante envolvendo roubos de fios e equipamentos públicos na cidade. Todos os casos foram encaminhados à Polícia Civil.

Sobre Redação MBQ NEWS - RB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *