segunda-feira , 30 de março de 2020
Novidades
Home / Notícias / Rodoviários ainda não aceitaram a proposta da Prefeitura: A greve continua
Foto divulgação: Google
Foto divulgação: Google

Rodoviários ainda não aceitaram a proposta da Prefeitura: A greve continua

O prefeito ACM Neto (DEM) anunciou, na noite de hoje (23), após reunião com os empresários do sistema de transporte de Salvador e os empresários do setor, um aumento de 2,7% nos salários da categoria, sem que haja aumento nas tarifas.

“A proposta prevê 2,7% nos vencimentos, tíquetes e vantagens e assegura ganhos para a categoria. Os empregos estão preservados e a categoria vai ter um reajuste acima da inflação”, afirmou Neto.

O presidente do Sindicato dos Rodoviários da Bahia, Helio Ferreira (PCdoB), afirmou, em coletiva com o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), que a proposta feita pelo Executivo municipal “foi a melhor que poderia conseguir”. “Toda essa decisão será deliberada às 4h da manhã [desta quinta-feira (24). Além dessa proposta de 2,7% de reajuste no salário. Queríamos muito mais, mas chegamos ao nosso limite. A decisão não pode ser tomada pela diretoria, mas nossa categoria tem maturidade”, afirmou.

Sobre Móises Bisesti

Móises Bisesti
Apresentador do programa de rádio “Força do Povo”, MOISÉS BISESTI dirigi a equipe de jornalismo da Rádio Cruzeiro, que tem audiência em 75% dos municípios da Bahia. Formado em Economia pela UCSAL, em Direito pela Faculdade do Nordeste e em Rádio e Televisão pela Gama Filho, atua há vinte e cinco anos na área de comunicação social sempre em contato direto com o público e autoridades políticas, médicas e jurídicas. Iniciou sua carreira como repórter da TV Itapoan/ Rede Record, no Telesportes e Lance livre na área de esportes, além do Balanço Geral programa jornalístico. Na TV Band apresentou o Jogo Aberto, também na linha de jornalismo popular, trabalhando como âncora da Band News FM. Defende a liberdade das ideias, a informação da notícia centrada no fato, na busca da verdade mantendo a objetividade e independência com foco na prestação do serviço público. Com uma linguagem moderna, leve e desenvolta conquista pela clareza e objetividade nas informações sem perder de vista a ética e responsabilidade do comunicador.