quinta-feira , 4 de junho de 2020
Novidades
Home / Destaque / Senadores da oposição pedem suspensão da PEC 55 no STF
Foto divulgação: Google
Foto divulgação: Google

Senadores da oposição pedem suspensão da PEC 55 no STF

Os senadores da oposição, Vanessa Grazziotin (PcdoB-AM), Lindbergh Farias (PT-RJ) e Humberto Costa (PT-PE) protocolaram nesta quinta-feira (17), no Supremo Tribunal Federal (STF), um mandado de segurança (MS) com pedido de suspensão imediata da tramitação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 55/2016, já aprovada pela Câmara dos Deputados e em análise no Senado. De acordo com os senadores, a PEC, que limita os gastos públicos pelos próximos 20 anos, “estrangula e mitiga a independência e a autonomia financeira dos poderes: Legislativo, Judiciário, além de afetar o Ministério Público e comprometer áreas essenciais, como a saúde, educação e segurança pública. O ministro Luís Roberto Barroso é o relator do pedido. Em meio à tramitação da PEC na Câmara, deputados do PCdoB e do PT apresentaram pedido semelhante ao STF para que o trâmite da emenda fosse suspenso. À época, o ministro Luís Roberto Barroso negou o pedido feito pelos deputados, lembrou que o Congresso Nacional é o local onde debates como o da PEC devem ser feitos e que o Judiciário só deve interferir em ocasiões extremas.

Sobre Móises Bisesti

Móises Bisesti
Apresentador do programa de rádio “Força do Povo”, MOISÉS BISESTI dirigi a equipe de jornalismo da Rádio Cruzeiro, que tem audiência em 75% dos municípios da Bahia. Formado em Economia pela UCSAL, em Direito pela Faculdade do Nordeste e em Rádio e Televisão pela Gama Filho, atua há vinte e cinco anos na área de comunicação social sempre em contato direto com o público e autoridades políticas, médicas e jurídicas. Iniciou sua carreira como repórter da TV Itapoan/ Rede Record, no Telesportes e Lance livre na área de esportes, além do Balanço Geral programa jornalístico. Na TV Band apresentou o Jogo Aberto, também na linha de jornalismo popular, trabalhando como âncora da Band News FM. Defende a liberdade das ideias, a informação da notícia centrada no fato, na busca da verdade mantendo a objetividade e independência com foco na prestação do serviço público. Com uma linguagem moderna, leve e desenvolta conquista pela clareza e objetividade nas informações sem perder de vista a ética e responsabilidade do comunicador.