domingo , 25 de fevereiro de 2018
Home / Destaque / STF livra 4 da Lava Jato, solta mulher de Cabral e barra ação contra Richa
Foto divulgação: Google
Foto divulgação: Google

STF livra 4 da Lava Jato, solta mulher de Cabral e barra ação contra Richa

Em um importante revés para a operação Lava Jato, os ministros da segunda turma do STF rejeitaram na segunda-feira (18) três denúncias feitas ao longo dos últimos dois anos contra três deputados federais e um senador. Em um dos casos, a PGR (Procuradoria-Geral da República) denunciou o senador Benedito de Lira (PP-AL) e o filho dele, o deputado Arthur Lira (PP-AL); em outro, acusou o deputado federal Dudu da Fonte (PP-PE); e em um terceiro, o alvo foi o deputado José Guimarães (PT-CE). Todos foram acusados pelo crime de corrupção passiva, em diferentes contextos. Eles sempre negaram as acusações. O argumento que prevaleceu entre os ministros, foi o de que as denúncias estavam amparadas apenas na palavra dos delatores, sem indícios de provas que justificassem abertura de ação penal. Com a rejeição das denúncias na íntegra, nenhum vira réu no STF. Apenas três dos cinco ministros que compõem a turma participaram da sessão: Edson Fachin relator da Lava Jato no STF, Dias Toffoli e Gilmar Mendes. Os ministros Celso de Mello e Ricardo Lewandowski não participaram dos julgamentos. Fachin foi vencido em todos os casos.

Sobre Redação MBQ NEWS - AB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *