segunda-feira , 21 de outubro de 2019
Novidades
Home / Destaque / Tecnologia de reconhecimento facial ajuda a encontrar crianças desaparecidas, na Índia
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Tecnologia de reconhecimento facial ajuda a encontrar crianças desaparecidas, na Índia

Segundo dados divulgados pelo  Ministério do Desenvolvimento da Mulher e Criança da Índia,entre 2012 e 2017, mais de 240 mil crianças desapareceram no país. Muitas famílias que sofreram com o desaparecimento de crianças possuem materiais que ajudariam em uma possível investigação, como fotos. Porém, não há um departamento específico na Índia que cuide desta questão. A tecnologia de reconhecimento facial começou a ser usada exatamente para atacar este problema.

Recentemente, o Ministério do Desenvolvimento da Mulher e Criança da Índia resolveu criar banco de dados público chamado de TrackChild. Por lá, famílias podem consultar fotos de crianças desaparecidas e informações relacionadas colocadas pelas autoridades, agências ou outros cidadãos. Dessa maneira, uma organização chamada Bachpan Bachao Andolan (BBA) teve uma ideia além: desenvolver um software de reconhecimento facial que compara fotos de crianças no TrackChild com fotos catalogadas por hospitais, casas de assistência social e outras instituições.

Assim que o software foi aprovado para uso pelas autoridades da Índia, a BBA recebeu um lote com 45 mil fotografias da TrackChild. O resultado? Em apenas quatro dias, cerca de 2.930 crianças foram encontradas pelo país. O site, Xataca, nota que isso foi apenas um teste experimental. Ainda é longo e burocrático caminho para estabelecer o software como uma ferramenta oficial da polícia local, governo e TrackChild. O problema por aqui se encontra na gestão de fotos de menores de idade e seus dados, principalmente porque é uma empresa privada que faria essa gerência.

 

Sobre Móises Bisesti

Móises Bisesti
Apresentador do programa de rádio “Força do Povo”, MOISÉS BISESTI dirigi a equipe de jornalismo da Rádio Cruzeiro, que tem audiência em 75% dos municípios da Bahia. Formado em Economia pela UCSAL, em Direito pela Faculdade do Nordeste e em Rádio e Televisão pela Gama Filho, atua há vinte e cinco anos na área de comunicação social sempre em contato direto com o público e autoridades políticas, médicas e jurídicas. Iniciou sua carreira como repórter da TV Itapoan/ Rede Record, no Telesportes e Lance livre na área de esportes, além do Balanço Geral programa jornalístico. Na TV Band apresentou o Jogo Aberto, também na linha de jornalismo popular, trabalhando como âncora da Band News FM. Defende a liberdade das ideias, a informação da notícia centrada no fato, na busca da verdade mantendo a objetividade e independência com foco na prestação do serviço público. Com uma linguagem moderna, leve e desenvolta conquista pela clareza e objetividade nas informações sem perder de vista a ética e responsabilidade do comunicador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *